59 dos recém-empossados são réus.


Pelo menos 59 dos 513 deputados federais que tomaram posse ontem chegam a Câmara na condições de réus em ações penais. Eles respondem a processos nos quais são acusados de crimes.

A maioria das acusações refere-se a administração pública-crimes contra a Lei das Licitações, peculato e corrupção. Há casos de crime eleitoral, contra o sistema financeiro e contra a pessoa-homicidio e lesão corporal.

Segue a lista: Abelerdo Camarinha, Abelardo Lupion, Ademir Camilo, Aelton Freitas, Alexandre Roso, Andre Moura, Aníbal Gomes, Anthony Garotinho, Antônia Lúcia Câmara, Asdrubal Bentes, Bernanrdo Santana, Beto Mansur, Carlos Bezzera, Carlos Magno, César Halum, Cleber Verde, Dimas Fabiano,Edson Giroto, Eduardo Azeredo, Eliene Lima, Fernando Torres, Fernando Giacobo, Flaviano Melo, Francisco Floriano, Geraldo Simões, Giovanni Queiroz, Herbson Berinho Bantim, Hugo Napoleão, Jânio Natal,Jaqueline Roriz, João Lyra, João Paulo Cunha, João Paulo Lima, João Rodrigues, Joaquim Lira Maia, José Augusto Maia, Marçal Filho, Marco Antonio Tebaldi, Maria Dalva, Maurício Trindade, Natan Donadon, Oziel Alves Oliveira, Pator Heleno, Paulo César Justo Quarteiro, Paulo Pereira da Silva, Paulo Maluf, Pedro Henry, Protógens Queiroz, Raimundo Macêdo, Roberto Britto, Romário de Souza Faria, Sabino Castelo Branco, Sandro Mabel, Sebastião Bala, Sergio Moraes, Silas Câmara, Valdemar Costa Neto, Valmir Assunção, Wladimir Costa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s