Com a lupa na mão.


O governador Geraldo Alckmin constituiu um grupo especialmente para apurar por que, no final de 2009, foram liberados cerca de R$ 400 milhões (seria a nona parcela do precatório do Parque Villa Lobos, o maior do Brasil): afinal, a emenda constitucional 62/2009 já permitia que precatórios em atraso fossem parcelados em até outros 15 anos.

Para quem não sabe: a dinheirama faz parte da maior indenização já paga por uma indenização de terreno no Brasil, uma área de 717 mil metros quadrados em região nobre de São Paulo, onde hoje é o Parque Villa Lobos. Na época, R$ 1,7 bilhão, em 10 parcelas de R$ 250 milhões, de 1999 a 2009. Beneficiados: Toninho Abdala (ele é o namorado da estilista Cris Barros) e seu primo Juca Abdalla, que tem um banco no Rio só para guardar o dinheiro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s